Tentei o suicídio inúmeras vezes

Esta é a história da Gabrielly Dias, onde houveram diversas tentativas de suicídio, mas ainda assim, ela não desistiu de encontrar a saída.

Comecei a me automutilar aos meus 13 anos, nunca passou pela minha cabeça que um dia eu procuraria nos cortes uma saída para sentir alguma coisa.

Eu comecei a me cortar pelos complexos de inferioridade que tinha.

Odiava minha aparência, além dos cortes.

Passei a arrancar meus cabelos e quando vi não conseguia mais parar. Cheguei a um ponto onde nem tomar banho tomava.

Passava horas sem comer e quando comia forçava o vômito, depois daí que começaram as vozes para o suicídio.

Tentei o suicídio inúmeras vezes e de diversas formas, tomando vários remédios, me enforcando, com facas.

Mas em todas as vezes alguma coisa dava errado e eram frustradas as tentativas.

Para mim parecia o fim, minha mãe chegou a me levar à médicos, psiquiatras e psicólogos em busca de ajuda.

Nem os remédios que passavam para dormir davam jeito.

Quando tudo parecia perdido, percebi que o vazio que sentia e a dor da minha alma poderiam ter um fim.

Que a dor não era a única coisa que eu poderia sentir, mas sim, que poderia ser feliz e ser feliz de verdade.

E então comecei a procurar a saída até achá-la.

O suicídio e os cortes, hoje não fazem mais parte de mim, eu encontrei uma solução ao perceber e acreditar que era possível, decidi lutar.

Sou completamente feliz, de verdade.

Talvez você pense que a saída existe para qualquer pessoa, menos você.

Esse pensamento nada mais é do que tudo o que te impede de conseguir encontrá-la.

E a única coisa que precisa fazer por si, é procurar por ajuda.

Você não está sozinho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *